A cocaína dos anos 90 é que era boa…

  • É mesmo? Perguntei.

Pô, era excelente! Sabe quando a gente dá aquele teco e amortece tudo? Os dentes começam a tremer todos. Pode dar tapa na cara do malandro que ele nem sente, pai.

Hoje quem domina tudo são os africanos. Os caras sabem o que fazem, é gente do crime. Profissional sabe? Mas é muita mistura, não pega nada, pai.

Mas eles têm da boa também. Só para os famosos, gente da televisão. Pino de 50 reais, pai. Tem gente que compra 100 gramas para a noitada com os africanos! Muito jogador de futebol.

No 3o DP teve uma vez que um sujeito falou para a gente: Vamos cheirar? E aí todo mundo riu, cheirar o que maluco? O cara pegou um remédio em gotas e espremeu dois tubos em cima do espelho. A galera esperou secar e mandou o nariz. Teve cara que pirou com o remédio, hahahahahaha.

Os africanos usam este remédio. Primeiro te dão um pino puro para experimentar. Depois que você gosta do pó eles te vendem o malhado, cheio de remédio. Pelo menos os famosos não vão ficar com gripe, de tanto cheirar remédio, pai.

Os anos 90 é que eram bons! Futebol de primeira. Copa de 90, lembra?

  • Lembro sim, respondi.

Aquele jogo contra a Argentina! O Maradona é foda. No intervalo ele com certeza foi para o vestiário, cheirou umas três carreiras e entrou para ganhar o jogo.

Reparou que ele tomava tranco e não sentia nada? O baixinho estava blindado. E com o capeta no corpo.

  • Eu gostava muito do Romário.

Este cheirava também. Levou a Copa de 94 nas costas, pai.

E a Democracia Corintiana? Zenon, Casagrande, Sócrates. Casagrande nem cheirava, né pai? Hahahahaha. O Doutor também cheirava, só assim para eles terem aquela sintonia. Uma vez perguntaram para o Casão quem foi a melhor dupla dele no futebol. Ele respondeu sem hesitar, olho vidrado, boca trincada: Doutor Sócrates. Tem um cigarro aí, pai?

Entreguei o cigarro.

Opa, valeu.

Vou andando. Estou procurando uma ponta de baseado jogada por aí. Antigamente tinha mais. Agora a molecada fuma tudo até não sobrar nada…

pesquisador do comportamento humano, tendências e arte

pesquisador do comportamento humano, tendências e arte