Cuidar dos Vivos e Enterrar os Mortos

Estas 10.000 pessoas são 10.000 fêmures quebrados que nossa sociedade deixou a própria sorte.

Curiosamente a publicação da Comissão Nacional da Verdade é um dos deflagradores ainda não devidamente investigados do cenário social atual, reparem:

Narrar a história de pessoas é uma maneira simbólica de preservar sua existência.

No mesmo ano, Jair Bolsonaro é eleito deputado federal com quase meio milhão de votos. E a reportagem de Francho Barón do El Pais questiona:

O que a Comissão pela Verdade queria enterrar não é cadáver insepulto: Está latente em nossa sociedade.

--

--

pesquisador do comportamento humano, tendências e arte

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store